Dicas de memorização. Três técnicas que o ajudarão em sua preparação para concursos. - Blog do Estúdio Aulas - Curso Online para Concursos, dicas, edital, materiais, questões comentadas, notícias sobre concursos públicos.
Home / Estúdio Responde / Dicas de memorização. Três técnicas que o ajudarão em sua preparação para concursos.

Dicas de memorização. Três técnicas que o ajudarão em sua preparação para concursos.

A verdade é que não existe memória “ruim”, o que existe é memória mal treinada. Se você treinar bem sua memória (durante apenas poucos minutos por dia), você dará um passo enorme rumo à aprovação. Mesmo não acreditando que isso seja possível, apenas leia este artigo até o final e faça um teste.

1 – Técnica do encadeamento de ideias absurdas

Nossa memória tem muito mais facilidade de manter o registro de fatos inusitados, ridículos e absurdos, do que de fatos rotineiros e comuns. Diante desse fato, por que não aplicar tal conhecimento aos seus estudos, evitando que você esqueça partes importantes do que foi lido? Por que não transformar o que é aprendido de maneira monótona em coisas absurdas e inusitadas?

É justamente isso que você vai fazer nessa primeira técnica. Vamos a um exemplo.

Digamos que você precise memorizar a seguinte expressão (o início do artigo 5º da Constituição): “Todos são iguais perante a lei”.

Você pode simplesmente ler e tentar guardar isso em sua memória. Essa é a postura rotineira, monótona. Mas se você imaginar as pessoas da sua família andando, atravessando um enorme livro de leis e saindo todas iguais a você dificilmente irá esquecer essa expressão.

Perceba que não é preciso memorizar todo o conteúdo utilizando este método, mas alguns pontos relevantes podem ser eternizados em sua memória transformando-os em imagens absurdas e inusitadas. Seja criativo, use associações que são relevantes, engraçadas e extraordinárias para você.

2 – Técnica da concretização das ideias

A técnica de concretização das ideias é complementar à técnica anterior. Na verdade, ela torna mais fácil o encadeamento de ideais absurdas. Como assim?

Durante os estudos você encontrará várias palavras e expressões com difícil possibilidade de relacionamento. A palavra “princípio”, por exemplo, não é algo concreto, palpável, de modo que você possa colocá-la numa cena absurda, se relacionando com outros objetos.

Se você encontrar a seguinte pergunta numa prova: “Quais são os princípios constitucionais do Direito Administrativo?”. Os estudantes de Direito sabem que são Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Se você unir as iniciais terá a palavra “LIMPE”.

Usando a técnica da concretização de ideias, eu transformo “princípio” em “príncipe”, e imagino um príncipe se limpando após usar o sanitário para memorizar quais são os princípios. Isso me ajuda a não confundir “princípios” com “atributos” do Direito Administrativo, por exemplo – que já se trata de outra coisa.

Sempre que possível, transforme termos abstratos em termos concretos. Isso lhe ajudará muito a fazer associações e encadeamentos de ideias.

3 – Técnica da Trajetória

A técnica da trajetória é muito simples, mas bastante poderosa. Por exemplo: digamos que você precise memorizar os presidentes brasileiros após a Constituição de 1988 (na ordem temporal). Para facilitar sua vida basta imaginar sua casa e, em cada uma das portas, até chegar à porta dos fundos, um dos presidentes apenas em pé, ou fazendo algo inusitado.

Se não conseguir imaginar cada presidente, concretize os nomes, como aprendemos no tópico anterior. Collor pode ser um tubo de cola. Sarney um cachorro com sarna. Lula uma lula (o animal), e por aí vai.

O grande recurso dessa técnica é associar ideias distantes a ambientes que você tem intimidade, e por isso mais facilidade para fixar em sua memória.

Faça o mesmo com o caminho que você faz ao trabalho, com o seu quarto etc.

Fonte: Segredos de concursos

Confira também

pl das cotas

PL de cotas para negros aguarda votação

PL de cotas para negros aguarda votação A Comissão de Direitos Humanos e Minorias, da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *