Conheça algumas dicas de como "chutar" em questões de concursos e aumentar suas chances de aprovação! - Blog do Estúdio Aulas - Curso Online para Concursos, dicas, edital, materiais, questões comentadas, notícias sobre concursos públicos.
Home / Centro-Oeste / Conheça algumas dicas de como “chutar” em questões de concursos e aumentar suas chances de aprovação!

Conheça algumas dicas de como “chutar” em questões de concursos e aumentar suas chances de aprovação!

Quem busca aprovação em concursos públicos sabe do nível dedicação, esforço e disciplina requeridos para se alcançar tal objetivo. Contudo, mesmo tendo seguido à risca todas as técnicas de estudo e métodos de preparação, e estando com todos os conteúdos consolidados, por muitas vezes, o candidato pode ser surpreendido em determinadas questões pelo famoso “branco”.

Nesses momentos de total esquecimento, uma das opções do candidato é “chutar” a alternativa que ele julga ser possivelmente a correta. Mas como proceder com o raciocínio nesse momento? Como garantir que o “chute” realmente será certeiro?

A leitura atenta do enunciado da questão ajuda bastante, já que muitas questões são elaboradas em forma de “pegadinhas”. A leitura ineficiente diminui as chances de um “chute certo” nos concursos e, caso não haja a atenção suficiente na leitura, pode ocorrer de o candidato perder uma boa oportunidade de garantir um “chute” correto. Então a dica é notar as chamadas palavras de sentido absoluto, como “nunca”, “sempre” e “não”, por exemplo, pois elas exigem atenção redobrada. Tais expressões costumam ser empregadas para construir as temidas “pegadinhas” e, assim, confundir o candidato no momento da leitura da questão.

Nem sempre apenas a leitura atenta e minuciosa de cada questão é suficiente. Nessas horas, o preparo adequado ajuda a detectar não somente as questões com sentidos invertidos, mas também as questões realmente absolutas. Sendo assim, uma ótima maneira para o candidato estar devidamente preparado para encarar questões com estilos diversificados é ter resolvido modelos de provas de concursos anteriores elaboradas pela mesma banca organizadora.

Veja a seguir há outras dicas que podem auxiliar o candidato na hora de resolver as questões e encontrar a resposta correta:

Evite a pressa – decidir precipitadamente e afobar-se a ponto de querer responder logo as questões pode levar o candidato a cometer equívocos que poderiam ser evitados. A pressa gera nervosismo e “cega” o candidato devido ao nervosismo. Dessa forma, fica difícil detectar alternativas semelhantes como, por exemplo, aquelas em que mais de uma opção parece ser a alternativa correta.

A compreensão apropriada do enunciado ajuda na procura por alternativas corretas e, na verdade, o requisito é que seja marcada a alternativa incorreta. Por isso, o mais concreto é assegurar uma leitura com toda a concentração possível, interpretando corretamente o que as questões tratam, evitando que os detalhes discretos, mas importantes, passem despercebidos, induzindo a equívocos desnecessários.

Seguir por eliminação – Essa é uma tática ampla, que pode ser utilizada tanto por quem vai “chutar” quanto por quem possui quase certeza da resposta certa. Começar a resolução da questão eliminando as alternativas em que se está convicto de que estão erradas é uma ótima maneira de estimular o raciocínio otimizado. O correto, neste caso, é ter um menor número de alternativas para interpretar e chegar a uma solução.

Fazer comparativos elencando palavras e expressões-chave auxilia na eliminação rápida das dúvidas existentes. Nesse caso, informações que sejam relacionadas ao assunto e que venham na memória durante a leitura devem ser anotadas ao lado de cada item correspondente, pois possibilitarão um julgamento correto da questão. Realizando essa dica, mesmo sem uma conclusão definitiva ainda, o candidato já terá realizado parte da interpretação e análise necessárias.

E mesmo se depois dessa tentativa o candidato não tiver conseguido decidir quanto àquela questão, ele deve passar para a seguinte e, posteriormente, quando for possível, só então retornar às questões não solucionadas. Isso garante que não seja gasto mais tempo do que o necessário em cada enunciado. Além disso, optar por retornar posteriormente à questão proporciona tempo para que o cérebro processe as informações apreendidas no enunciado.

Quando “chutar”?

O fato é que, quando o candidato está realmente preparado, suas dúvidas girarão em torno de 2 ou 3 alternativas, pois as demais logo serão descartadas. Mesmo que esse número seja maior, é importante não deixar nenhuma questão em branco, pois as chances de acerto em “chutes” são de 50% ou 33%.

Para garantir a marcação correta, também o candidato deve estar preparado quanto ao conhecimento do edital, pois em certos casos o documento contém esclarecimentos como, por exemplo, de que a marcação em desacordo com o edital acarretará em pontos negativos.

Confira também

destaques da semana

Veja os concursos que foram destaques da semana

Veja os concursos que foram destaques da semana A semana dos concursos foi bastante movimentada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *