Papo de Aprovado: conheça a história do nosso aluno aprovado para Oficial do CBMDF

Oi, Concurseiros/as. Como vão os estudos? Nós do Estúdio Aulas esperamos que você esteja firme no seu propósito de se tornar um servidor nesse ano de 2018. E uma das maneiras de se manter motivado é conhecer histórias de gente como a gente que passou, depois de muito estudo, disciplina e persistência.

No nosso Papo de Aprovado de hoje, a gente tem o prazer de conhecer um pouco mais da história do novo Bombeiro Militar do DF, José Carlos Sales Zanelli, aprovado em todas as etapas do Concurso do Bombeiro Militar do Distrito Federal- Concurso CBMDF. Confira!

Veja aqui como de se tornar um ALUNO VIP
no Estúdio Aulas, por apenas R$89,90

Concurso MP AL

Aluno VIP Estúdio Aulas

Qual seu nome e sua profissão?

Meu nome é José Carlos Sales Zanelli e eu sou nutricionista.

Conta para gente como foi a sua trajetória nos concursos públicos, José Carlos?

Minha trajetória foi relativamente curta. Comecei a estudar em abril de 2016 exclusivamente por conta do concurso do CBMDF e realizei a prova de conhecimentos no final de fevereiro de 2017. Meu estudo todo foi feito com base no curso que comprei no Estúdio Aulas, além de livros, leis secas e exercícios.
Não cheguei a frequentar aulas presenciais. Depois da prova eu passei a me dedicar às etapas seguintes. Assim, me considero inexperiente na vida de concurseiro. O concurso para Oficial do CBMDF foi meu único foco.

Por que a opção pelas carreiras militares?

A admiração pelas carreiras militares começa muito cedo para a maioria das pessoas. A imagem de um soldado fardado em operação remete à figura de um super-herói. Desde muito novo tive a impressão de que esses profissionais fazem toda a diferença no zelo da sociedade, além de serem respeitados e admirados. Hoje identifico mais algumas características que justificam a minha escolha e que, ao meu ver, deveriam ser adotadas por qualquer pessoa: a disciplina, o senso de dever, o amor a pátria, o auxílio ao próximo e o espírito de camaradagem.

Comenta um pouco como foi sua preparação para o concurso do CBMDF? Qual curso do Estúdio Aulas você fez?

Apesar de ter sido criado em Brasília, eu já morava em Florianópolis há quase 10 anos quando decidi conciliar minha carreira profissional aos estudos para o CBMDF e ter oportunidade de retornar concursado à cidade onde cresci. Como eu era profissional autônomo e atendia em consultórios, era mais fácil flexibilizar meus horários e me dedicar aos estudos, por mais que isso comprometesse minha fonte de renda.
A maioria dos dias eu conseguia estudar das 7:30 às 15:30, inclusive sábados e domingos. Só parava para beber água ou ir ao banheiro. Dividia a rotina de estudos em duas disciplinas diárias e quando venci todo o conteúdo programático comecei a responder muitos exercícios diariamente.
Comprei diversas disciplinas avulsas do Estúdio Aulas, das quais gostaria de elogiar os professores Francion Santos (LODF), Diego Amorim (Gramática) e Eduardo Luiz (Legislação CBMDF). Se era um dia que o trabalho não me permitia ir à biblioteca, eu estudava o que era possível entre uma consulta e outra, geralmente respondendo exercícios.

Qual etapa no CBMDF foi a mais difícil para você?

É curioso tentar avaliar uma etapa mais difícil em todo o processo. Todas geraram algum grau de ansiedade, por mais que eu me sentisse preparado. Entretanto, como a prova de conhecimentos e o teste de aptidão física dependiam exclusivamente do meu próprio desempenho, diria que foram mais difíceis.

Algum professor teve uma participação especial na sua vida de concurseiro ou na sua aprovação?

Sim. Indiretamente (porque era online o curso) o professor Eduardo Luiz me incentivou bastante. Até cheguei a enviar mensagem para tirar dúvidas com ele e em seguida o agradeci dizendo que escutava os áudios das videoaulas dele literalmente todos os dias enquanto estava dirigindo meu carro.

José Carlos, você passou em no concurso CBMDF, muito desejado em Brasília, o que você acha que foi o seu diferencial em relação aos seus concorrentes?

Durante todo o processo do concurso eu estive motivado de uma forma que nunca fui. Acredito que, quando enxergamos um propósito real naquilo que desejamos, a determinação se torna tão grande que conseguimos ultrapassar nossos limites e nos abdicar de uma série de hábitos que antes consideraríamos indispensáveis.

Que demais sua motivação! Mas e agora, vai esperar ser nomeado? Ou vai estudar para outros concursos?

Como mencionei, o CBMDF era o meu único objetivo. Não poderia estar mais feliz com o resultado. Estou organizando a minha mudança para Brasília com a minha noiva e vou ficar aguardando a minha convocação. Sinto uma sensação de vitória.

Por que vale a pena estudar para Concurso Público?

É o clichê: ir em busca de estabilidade financeira, ainda mais considerando a difícil situação que tantos brasileiros se encontram hoje. Melhor ainda se o cargo que você almeja contempla não só uma boa remuneração, mas também qualidade de vida e satisfação pessoal. Por isso vale a pena pesquisar e se informar bastante sobre o que o cargo pretendido faz de fato e como é o ambiente de trabalho antes de mergulhar nos estudos.

Uma mensagem, Querido Bombeiro…

 Você que ainda está em busca da sua conquista, persevere. Tenha um planejamento claro, bem feito e executável. Não fraqueje, pois a cada dia que passa você está mais eficiente e mais próximo de conquistar a sua vaga.

Parabéns, José Carlos! 😀

Veja ainda outros depoimentos de aprovados no Concurso CBMDF, que se prepararam com o Estúdio Aulas.

Jornalista Soraia Cantanhede

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.