5 razões para você fazer o Concurso STJ 2018!

Olá, Concurseiros que acompanham o Blog do Estúdio Aulas. Hoje vamos falar sobre 5 razões para você que está em dúvida se vai fazer ou não o concurso STJ.

concurso STJ

A gente sabe que, diferentemente do Superior Tribunal Militar, o concurso STJ será realizado apenas na Capital Federal, nossa querida Brasília. Mas isso não pode ser um motivo para fazer você desistir desse grande concurso. Vamos eleger de maneira bem objetiva cinco razões suficientes para você decidir em favor do seu futuro de servidor e vir lutar por uma das vagas do Superior Tribunal de Justiça!

Veja aqui como de se tornar um ALUNO VIP
do Estúdio Aulas por apenas R$89,90

Concurso STJ

Concurso STJ

1- Concurso para diversas áreas

Exatamente. O concurso STJ foi lançado com oferta para cargos que exigem nível médio e superior. Ao todo, são 13 áreas de atuação dentro do Superior Tribunal de Justiça. Você pode se questionar: “poxa, tantas áreas, mas nenhuma é a da minha formação”!.

Por isso que existe o cargo de Analista Judiciário- Área Administrativa. Este cargo exige do candidato apenas formação superior em qualquer área. E muitos candidatos que passam, concorrendo a este cargo, em outros Tribunais, relatam que conseguem depois se encaixar em sua área de formação original. Isto porque o Cargo de Analista Judiciário- Área Administrativa pode atuar em qualquer ramo dentro de uma instituição.

Mas se você não tiver formação superior, não há problema. Pois o concurso STJ oferece o cargo de Técnico Judiciário- Área Administrativa . Em regra, desempenha as mesmas funções do analista, com a diferença de receber uma remuneração um pouco menor. Para concorrer como técnico judiciário, é necessário apenas ter nível médio e nada mais.

Vale destacar, que estes dois cargos costumam ser os que recebem o maior número de nomeações do Tribunal, assim como o de analista judiciário- área judiciária, quando ofertado.

2- Carga Horária e Remuneração

Sem dúvidas, um dos maiores atrativos dos Tribunais é a remuneração e o concurso STJ não é diferente. A tabela de remuneração dos cargos de Analista Judiciário é divida em 3 classes (A, B e C) e 13 padrões. Nesse sentido, ao final de cada ano, o servidor poderá subir para o padrão seguinte, sendo remunerado a cada vez que isso acontece.

Além disso, o judiciário está com o aumento previsto até 2019, desse modo, o salário final do Analista Judiciário do STJ chegará a 18.701,72, composto de R$ 7.792,30 de vencimento básico e R$ 10.909,22 de Gratificação de Atividade Judiciária.

Falando em termos atuais, o edital do Concurso STJ 2018 apresenta as seguintes remunerações:

  • Analista Judiciário: R$ 11.006,82
  • Técnico Judiciário: R$ 6.708,53

3- Progressão na Carreira

O Superior Tribunal de Justiça que se capacitar poderá ter a sua remuneração aumentada, a partir da percepção do  Adicional de Qualificação – AQ.

Para ter esse direito, o servidor precisa se qualificar em cursos. Ou seja, a cada 120 horas em cursos, o servidor tem direito ao adicional de 1% sobre o vencimento, limitando-se a 3%. Enquanto que o servidor que fizer uma pós-graduação pode auferir os percentuais de 7,5%, 10% e 12,5%, acrescidos à sua remuneração. Tais percentuais referem-se às especializações, mestrados e doutorados, respectivamente.

Além disso, o STJ incentiva a capacitação de seus servidores, através de Programas de pós-graduação e oferecimento de cursos presenciais e à distância, cursos que contam para progressão funcional e aumento de remuneração.

concurso STJ

concurso STJ

4-  Recesso Forense

Se tem uma coisa que o servidor do judiciário tem é folga. Calma, explicamos! O poder judiciário tem o chamado recesso forense. No STJ ele acontece no período de 20 de dezembro a 6 de janeiro de cada ano, conforme Regimento Interno.

Assim, o ano judiciário divide-se em dois períodos, recaindo as férias coletivas dos ministros nos períodos de 2 a 31 de janeiro e de 2 a 31 de julho. Logo, o Tribunal inicia e encerra os seus trabalhos, respectivamente, no primeiro e último dia útil de cada período. Nesses períodos, o STJ trabalha com quadro de servidores reduzido em grande parte de suas funções.

5- Muitas nomeações

Em sua última seleção, o concurso STJ 2015, ofertou em edital 65 vagas para cargos de nível médio e superior, as oportunidades eram para provimento imediato. Mas durante a validade do concurso, o Superior Tribunal de Justiça  nomeou 220 aprovados, isto é, 238% além do previsto para convocações efetivas. Então nada de desanimar, porque o seu cargo no Concurso STJ 2018 só oferta vagas para cadastro reserva, ok!!?

Por hoje é só, concurseiro/a. Compartilhe esse artigo com algum amigo que precisa de uma ajudinha nos estudos e saber com qual técnica ele consegue estudar melhor.

E se você está pensando em passar em um concurso bom e ganhar estabilidade, que tal você conhecer todos os nossos cursos que nós temos aqui no Estúdio Aulas e aprender com os melhores professores?

>>> Clique aqui e conheça todos os nossos cursos para concursos.

*O artigo poderá ser reproduzido, mediante citação da fonte: Blog do Estúdio Aulas.

Jornalista Soraia Cantanhede

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.