Tribunal de Contas define banca de concurso

Tribunal de Contas define banca de concurso

O concurso TCM BA deve ter seu edital lançado até o fim deste mês. A informação é do próprio Tribunal. De acordo com as informações divulgadas, o contrato com a banca, Cebraspe-Cespe já foi assinado. A partir de agora, o edital para Auditores nas funções de Auditor Estadual de Controle Externo e Auditor Estadual de Infraestrutura já pode ser lançado.

Confira abaixo as informações completa acerca do Concurso TCM BA.

Concurso TCM BA

Saiu no Diário da Justiça Eletrônico da Bahia a confirmação da banca do Concurso Público do Tribunal de Contas do Município da Bahia- Concurso TCM BA.

Conforme o registro abaixo, fica contratado o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe/Cespe para organização do concurso do Tribunal.

concurso tcm banca

Concurso TCM contrata Cespe

A partir de agora, o TCM BA e o Cebraspe/Cespe devem oficializar a licitação assim que o contrato for assinado entre ambos.

O Concurso TCM BA ofertará vagas para os cargos de Auditor Estadual de Controle Externo e Auditor Estadual de Infraestrutura, os respectivos cargos são destinados a candidatos que possuem nível superior. Conforme informações preliminares, o edital deverá sair até dezembro.

Requisitos do Concurso TCM BA

Auditor Estadual de Controle Externo

Para os interessados a uma vaga ao cargo de Auditor de Controle Externo é necessário, sobretudo, ter diploma de nível superior em Administração, Ciências Contábeis, Ciência da Computação e Informática, Direito ou Economia.

Atividades privativas de portador de diploma dos cursos de Nível Superior supracitados, abrangendo coordenação, supervisão, consultoria, assessoramento e execução altamente qualificados relacionadas com trabalhos de auditoria.

E ainda a elaboração de estudos, pesquisas, informações e emissão de pareceres nas áreas jurídica, contábil, financeira, econômica, administrativa, de obras e serviços de engenharia, de planejamento e de outras áreas congêneres.

Auditor Estadual de Infraestrutura

Já para os candidatos interessados a uma vaga ao cargo de Auditor de Infraestrutura é necessário ter diploma de conclusão de curso superior em Engenharia Civil ou Arquitetura, e experiência de 03 (três) anos de atividade comprovada na área.

Entre os requisitos do cargo constam a missão de desenvolver atividades auditoriais de nível superior, englobando também coordenação, supervisão e execução de serviços de auditoria na área de infraestrutura.

E mais, a elaboração de estudos, pesquisas e informações de caráter transdisciplinar e emissão de pareceres e relatórios conjuntos nas áreas de engenharia e arquitetura.

Remuneração do Concurso TCM BA

A remuneração dos servidores do TCM BA é composto de uma parte fixa, referente à remuneração básica do cargo; e de outra variável correspondente à Gratificação por Desempenho Funcional, também chamada de Parcela Variável por Desempenho Funcional – PVDF. Dessa forma, a remuneração dos dois cargos ofertados chegam, em carreira inicial, às cifras de R$ 10.442,75.

Além do exposto, os futuros servidores poderão contar com a Parcela Variável por Desempenho Funcional (PVDF). Esta parcela é calculada mediante aplicação de sistema de avaliação, mensurado em pontos, até o limite máximo de 1.500 pontos. O menor valor inicial da PVDF é de R$ 5.648. Desse modo, o salário poderá alcançar o valor final de R$ 16.090,75.

[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″]

Veja aqui como de se tornar um ALUNO VIP do Estúdio Aulas, por apenas R$89,90

Concurso TCM BA

Concurso TCM BA

[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″]

Último Concurso TCM BA

Em 2004, ocorreu o último Concurso TCM BA. À época, foram ofertadas oportunidades para cargos de nível médio e superior, sendo cinco vagas para contratação efetiva, além de cadastro reserva. Na ocasião, o concurso TCM foi de responsabilidade do Instituto Brasileiro de Seleção Pública –IBRASP– .

Os candidatos foram avaliados mediante provas objetivas e discursivas, ambas de caráter seletivo, eliminatório e classificatório.

Entre as matérias cobradas no edital, constavam: Administração Financeira e Governamental, Análise Econômica e Financeira, Auditoria, Contabilidade de Custos, Contabilidade Geral, Contabilidade Pública, Controle Externo da Divisão Pública, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Financeiro, Direito Tributário, Estatística e Legislação do TCM.

Entre as fases do concursos estavam a avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os candidatos habilitados e classificados na prova escrita objetiva / dissertativa.

A primeira parte, objetiva, foi composta por questões do tipo múltipla escolha, cada uma com 05 alternativas para resposta, contendo uma única resposta correta.

Na avaliação da prova será utilizado o escore padronizado, com média igual a 50 (cinquenta) e desvio-padrão igual a 10 (dez).  A nota do candidato resultará da diferença entre o seu escore bruto e a média do grupo, dividida pelo desvio-padrão da distribuição, multiplicada por 10 (dez) e acrescida de 50 (cinquenta).

Foi considerado habilitado o candidato que obtiver na prova objetiva nota igual ou superior a 50 (cinquenta).

Jornalista Soraia Cantanhede

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.