Concurso TJDFT 2018: encerra hoje a validade do último concurso do Tribunal

Concurso TJDFT 2018. E chegou ao fim a validade do Concurso TJDFT. O Tribunal não pode mais prorrogar a validade do último concurso e nem contratar sem que haja a realização de concurso público.Concurso TJDFT 2018

 Concurso TJDFT 2018

De acordo com a informação do órgão, foi aberto um processo administrativo para verificar a realização de concurso público destinado ao preenchimento de vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário do Tribunal. De acordo com a assessoria, ainda não há uma informação precisa sobre a realização do novo Concurso TJDFT 2018, embora a carência de novos servidores seja grande.Os dados do TJDFT informam que há cargos vagos para funções que exigem nível médio e superior.

Último Concurso do Tribunal

Em 2015, o TJDFT lançou concurso público com oportunidades para os cargos de Analista e Técnico Judiciário, com requisitos de nível superior e médio, respectivamente. Na ocasião, o Cespe foi o organizador oficial do certame. O concurso público de 2015 foi destinado ao preenchimento de 80 vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário do Quadro de Pessoal do Órgão.

Nível Superior

 

Analista Judiciário

Para o cargo de Analista Judiciário foram oferecidas 43 vagas. As chances foram para as seguintes Áreas ou Especialidades: Análise de Sistemas, Biblioteconomia, Psicologia, Suporte em Tecnologia da Informação, Medicina (Clínica Médica, Ginecologia-Obstetrícia, Neurologia, Pediatria e Psiquiatria), Odontologia.

Para concorrer é necessário nível superior na respectiva área e em alguns casos registro no Conselho Regional da categoria.

Houve oportunidade ainda para o cargo na Área Judiciária e para a Especialidade de Oficial de Justiça Avaliador.

A remuneração inicial mensal é de R$ 8.863,84, além de benefícios, como auxílio alimentação de R$ 799, e a jornada de trabalho é variável de acordo com o posto escolhido.

Nível Médio

Para as funções de nível médio, houve uma oferta de 37 vagas nas Áreas Administrativa, que exige apenas o nível médio completo,  e de Apoio Especializado – Especialidades: Enfermagem e Programação de Sistemas, para este é necessário curso técnico na área.

Os cargos de nível médio têm remuneração inicial de R$ 5.425,79, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, além de benefícios, como auxílio alimentação de R$ 799.

Cargos e Requisitos

O novo Concurso TJDFT 2018 deverá manter seus requisitos, a saber:

Analista Judiciário – Área: Judiciária

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: desenvolver atividades relacionadas ao suporte técnico às funções dos magistrados, à elaboração de relatórios, de pesquisas e de pareceres de natureza jurídica, preparo e execução de atos referentes a processos judiciais, bem como assessoramento às áreas jurídicas.

Analista Judiciário – Análise de Sistemas

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou diploma, devidamente registrado, de conclusão de qualquer curso de nível superior acrescido de curso de pós-graduação em Ciência da Computação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.

Atribuições: desenvolver atividades de nível superior relacionadas com desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas informatizados.

Analista Judiciário – Biblioteconomia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional da categoria.

Atribuições: desenvolver atividades de nível superior referentes à coordenação, à supervisão, à programação ou à execução especializada de trabalhos de pesquisa, estudo, organização, registro e controle bibliográfico de documentos e informações, bem como à orientação e ao assessoramento de maneira geral ao usuário.

Analista Judiciário – Psicologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional da categoria.

Atribuições: desenvolver atividades relacionadas à coordenação e à supervisão de ações que visem à promoção da saúde mental e ocupacional, bem como à formação de políticas de recursos humanos, de benefícios sociais e de desenvolvimento organizacional.

Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: desenvolver atividades que consistem na execução de citações, notificações, intimações, execuções de medidas preventivas e assecuratórias, penhoras, arrestos, sequestros, despejos, buscas e apreensões, avaliações de bens e valores, praça de bens imóveis, reintegrações e imissões de posse e demais diligências ordenadas pelo juízo e lavratura dos respectivos autos e certidões nos processos.

Técnico Judiciário – Área: Administrativa

Para o cargo de nível médio, o próximo Concurso TJDFT 2018 deverá também manter a seguinte exigência:

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: desenvolver atividades que consistem na execução de tarefas relacionadas à redação de expedientes simples e(ou) padronizados, operação de microcomputador, atendimento ao público, ações relativas ao andamento dos processos judiciais e administrativos, bem como transportes de processos e documentos em geral.

Nomeações do TJDFT

O último concurso do TJDFT ofertou apenas 80 vagas, o órgão convocou nada menos que 754 aprovados. Desse total de nomeados, 570 foram de Técnico Judiciário – Área: Administrativa e 244 para Analista Judiciário – Área: Judiciária.

 

Prova do TJDFT

A prova objetiva contou com 50 questões de conhecimentos básicos, e 70 de conhecimentos específicos (conforme tabela abaixo). Além disso, houve prova discursiva. Cada prova objetiva foi constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos. O julgamento de cada item foi CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item.

Na folha de respostas, para cada item, tiveram dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

Acompanhe aqui os principais concursos públicos abertos no Brasil

Acompanhe diariamente nossa página para ficar por dentro dos principais editais e Concursos públicos abertos no Brasil. E lembre-se de assinar nosso canal do YouTube para ter acesso aos nossos aulões online, ao vivo e gratuitos, lá tem muita dica para você arrebentar no concurso que você quer fazer. Acesse aqui.

Assessoria de Comunicação Estúdio Aulas

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.