concurso TRF 1
Destaques
Home / Canal Estúdio Aulas / Concurso TRF 1: última chamada

Concurso TRF 1: última chamada

Concurso TRF 1: última chamada.

Quem ainda não se inscreveu no certame deve se apressar. O período de inscrição do concurso TRF 1 termina hoje, 3 de outubro de 2017. As inscrições devem ser feitas na página oficial do concurso Cespe AQUI.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 75 reais para cargos de técnico judiciário e R$ 86 reais para todos os cargos de analista judiciário.

Confira nossos cursos voltados especialmente para o Concurso TRF 1, clique aqui e escolha o seu.

Sobre o concurso TRF 1

concurso TRF1 terá a oferta de 20 vagas imediatas, além das que vierem a surgir durante a validade do certame. As oportunidades são para cargos de nível médio e superior, com chances para o Distrito Federal e mais 13 estados, onde há o alcance da jurisdição do TRF1, conforme a figura abaixo:

concurso público estúdio aulas

Dos cargos e remuneração do concurso TRF1

concurso TRF 1 blog estúdio aulas
Sede do TRF 1/ Brasília

edital do TRF1 traz a oferta de 116 vagas para cargos de técnico judiciário e analista judiciário, deste quantitativo 65 vagas são destinadas a técnicos e 51 para analistas judiciários. O cadastro reserva contará com nada menos do que 6.798 candidatos podem fazer parte do cadastro para convocações, durante o prazo de validade do concurso.

Nível Superior

  • Analista Judiciário – Área: Administrativa– requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Analista Judiciário – Área: Judiciária-  Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Informática– Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de curso de especialização na área de Análise de Sistemas, com carga horária mínima de 360 horas.
  • Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Taquigrafia– Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista Judiciário – Área: Judiciária – Especialidade: Oficial De Justiça Avaliador Federal Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Nível Médio Cargo

    • Técnico Judiciário – Área: Administrativa- Requisito: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.
    • Técnico Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Taquigrafia– Requisito: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.
    • Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Segurança E Transporte – Requisito: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e Carteira Nacional de Habilitação, categoria “C” ou “D”.

Da remuneração dos servidores do TRF1

remuneração para todos os cargos de nível superior é de R$ 10.461,90 para uma jornada de 40 horas semanais. Já a remuneração para todos os cargos de nível médio é de R$ 6.376,41 para uma jornada de 40 horas semanais.  Com os benefícios, a remuneração dos cargos de técnico judiciário passa a ser de R$7.320,28. Já os cargos de analista com os benefícios passa para  R$11.063,80.

Provas objetivas e redação

Todos os cargos de nível superior e técnico farão provas objetivas com 120 questões em que julgarão CERTO ou ERRADO, sendo que uma questão errada anula uma certa, método Cespe.

Haverá prova discursiva apenas para os cargos de nível superior. A prova discursiva valerá 40,00 pontos e consistirá de redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, acerca de um tema da atualidade.

Jornalista Soraia Cantanhede

Acompanhe diariamente nossa página para ficar por dentro dos principais editais de concursos públicos do país. E lembre-se de assinar nosso canal do YouTube para ter acesso aos nossos aulões online, ao vivo e gratuitos. Acesse aqui.

Confira também

concurso mpu 2018

Eventos da Semana: Imersão MPU

Eventos da Semana: Imersão MPU O que todo concurseiro tem em comum? Todos adoram material para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *