Saiu o edital do TRT-RN: Vagas para nível médio e superior

Saiu o edital do TRT-RN: Vagas para nível médio e superior

Acaba de sair no Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho (DEJT), o edital do concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 21° Região (TRT-RN). O concurso TRT-RN será para nível médio e superior, nos cargos de técnico judiciário – área administrativa e analista judiciário – área judiciaria, além da formação de cadastro reserva.

saiu o edital do trt-rn

Tribunal Regional do Trabalho – 21 Região – TRT-RN

Os cargos

Para o cargo de técnico judiciário – área administrativa o concurso TRT-RN ofertará uma vaga. Para concorrer o candidato deve possuir nível médio e a remuneração inicial é de R$ 6.376.41. Já para o cargo de analista judiciário – área judiciaria serão duas vagas, e o requisito é ter nível superior em Direito. A remuneração para analista é de R$ 10.461.90. Os vencimentos serão reajustados nos próximos anos e chegarão a R$ 6.862,73 para técnicos e a R$ 11.259,82 para analistas em junho de 2018. Os servidores do judiciário têm funções divididas em classes e padrões, com 13 progressões possíveis ao longo da carreira.

As inscrições

As inscrições do concurso TRT-RN podem ser feitas no site da FCC a partir do dia 25 de setembro de 2017 e encerra no dia 10 de outubro de 2017. A taxa para o cargo de técnico Judiciário é de R$ 80 e para o cargo de analista judiciário é no valor de R$ 120.

Das provas

A prova objetiva será no dia 10 de dezembro de 2017 na cidade de Natal. Serão aplicadas questões de conhecimentos específicos e básicos. A prova discursiva de redação será apenas para o cargo de analista judiciário.

SAIU O EDITAL DO TRT-RN

Acesse aqui e se torne um aluno VIP

Atribuições de cada cargo

Analista Judiciário – Área Judiciária

Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Realizar atividades de nível intermediário a fim de fornecer auxílio técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e(ou) órgãos julgadores e o exercício das funções necessárias ao adequado funcionamento da organização; desempenhar o processamento de feitos, redigir minutas, realizar o levantamento de dados para elaboração de relatórios estatísticos, planos, programas, projetos e para a instrução de processos, pesquisar legislação, doutrina e jurisprudência, emitir pareceres, relatórios técnicos, certidões, declarações e informações em processos; distribuir e controlar materiais de consumo e permanente; elaborar e conferir cálculos diversos, digitar, revisar, reproduzir, expedir e arquivar documentos e correspondências; prestar informações gerais ao público, bem como realizar a manutenção e consulta a bancos de dados e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Último concurso TRT-RN

O último concurso TRT-RN foi realizado em 2010. Na ocasião foram oferecidas 53 vagas, com um total de 25.645 inscritos. A banca organizadora foi o Cespe.

Ainda no total de cargos, seis foram para técnicos e 47 para analistas. As duas carreiras também contaram com cadastro reserva. Para os técnicos, as opções foram para a área administrativa, que pede apenas ensino médio, sem formação específica, e tecnologia da informação.

Para os analistas, área administrativa, com formação em qualquer área de nível superior, e áreas judiciária, judiciária – execução de mandados, contabilidade, arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, engenharia elétrica, medicina – cardiologia, odontologia e tecnologia da informação.

As provas do concurso foram realizadas com 120 questões de certo e errado, abordando conhecimentos básicos e conhecimentos específicos. A prova objetiva foi a única etapa de avaliação do certame. Veja aqui os detalhes no edital.

Leia também:

Jornalista: Gabriella da Matta

https://www.youtube.com/watch?v=cQ51nj3L5RQ

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.