Concurso IBGE Superior: Instituto AOCP vai organizar o concurso de Analista Censitário.

Concurso IBGE edital. Saiu no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 07 de junho, o extrato de dispensa de licitação que define a banca do Concurso IBGE edital para nível superior. Conforme a publicação, fica confirmado o Instituto AOCP como banca organizadora. Veja abaixo o extrato de dispensa de licitação:

Segundo o coordenador do contrato, as vagas serão distribuídas pelas 26 capitais do país, além do Distrito Federal. O órgão confirmou que o edital já está sendo preparado. Segundo o IBGE, o documento deve ser finalizado em breve. “Estamos aguardando a finalização do edital. Isso deverá ocorrer nas próximas semanas“, disse. A previsão é que a contratação dos novos aprovados aconteça a partir de setembro. concurso IBGE edital

Concurso IBGE Edital para Analistas

O Ministério da Economia autorizou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a abrir um novo edital de concurso público com o objetivo de preencher 400 vagas no cargo de Analista Censitário.

O Concurso IBGE edital para nível superior tem como objetivo o Censo Demográfico 2020. Os analistas censitários poderão ser contratados a partir de setembro de 2019 para atuarem nas etapas de planejamento, acompanhamento e suporte especializado, relativas ao Censo Demográfico 2020.

Conforme o do documento autorizativo aqui, o prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até 6 (seis) meses, contado a partir da publicação da portaria, ou seja, até 30 de outubro de 2019. O prazo dos contratos dos Analistas será de até 1 (um) ano.

Último edital IBGE

Em 2017, o IBGE lançou seleções ( Edital IBGE 2017) com cerca de 30 mil vagas. De acordo com um dos editais de concurso IBGE 2017o cargo de Recenseador contou com o maior quantitativo de vagas – foram 18.845 vagas no total -.

O cargo de Recenseador exige apenas o curso de nível fundamental completo para a sua participação. O restante das vagas foram distribuídas entre os cargos de Agente Censitário Municipal (1.272 vagas) e Agente Censitário Supervisor (4.867 vagas), ambos com requisito de nível médio e salários de R$1.900,00 e R$1.600,00, respectivamente.

Além do salário, os Agentes do IBGE têm direito ao ao auxílio-alimentação (R$458), auxílio transporte, férias e 13º salário proporcional.

A remuneração de Recenseador será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo cargo, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos agropecuários recenseados.

Os contratos foram assinados por até 07 (sete) meses para Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor e até 05 (cinco) meses para Recenseador. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo 08 horas/dia, com exceção do cargo de Recenseador, que terá jornada de 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento.

Em seu último edital para cargos de nível superior, o IBGE lançou vagas para o cargo de Analista Censitário, cujo requisito é de nível superior. 

As vagas foram destinadas às áreas de:

  • Análise de Sistemas – Desenvolvimento de Aplicações (8 vagas),
  • Análise de Sistemas – Desenvolvimento de Aplicações Web Mobile (4 vagas),
  • Análise de Sistemas – Suporte à Comunicação e Rede (02 vagas),
  • Análise de Sistemas/ Suporte à Produção (04 vagas),
  • Análise de Sistemas – Suporte Operacional e de Tecnologia (02 vagas),
  • Agronomia (27 vagas), Ciências Contábeis (07 vagas),
  • Geoprocessamento (07 vagas),
  • Gestão e Infraestrutura (63 vagas),
  • Jornalismo (12 vagas),
  • Logística (2 vagas),
  • Análise Socioeconômica (08 vagas),
  • Biblioteconomia e Documentação (02 vagas),
  • Métodos Quantitativos (6 vagas),
  • Produção Gráfica – Editorial (2 vagas),
  • Programação Visual – Webdesign (12 vagas) e
  • Recursos Humanos (5 vagas).Na ocasião, os salários chegavam até R$ 4.000,00, além dos benefícios.

IBGE fará contratações para o Censo 2020

Todas as autorizações para a contratação de pessoal no Concurso IBGE edital tem como foco o Censo 2020. Fique por dentro de algumas expressões usuais sobre o Censo realizado pelo IBGE.

O que é o Censo? – A palavra censo vem do latim census e quer dizer “conjunto dos dados estatísticos dos habitantes de uma cidade, província, estado, nação”. O Censo é a única pesquisa que visita todos os domicílios brasileiros (cerca de 58 milhões espalhados por 8.514.876,599 km²). Para conhecer a situação de vida da população em cada um dos 5.565 municípios do país. Um trabalho gigantesco, que envolve cerca de 230 mil pessoas, bem diferente da pesquisa amostral, que, como o próprio nome indica, investiga uma amostra da população e, a partir de modelos estatísticos, chega à representação do todo.

Para que serve o Censo? – O Censo é a principal fonte de dados sobre a situação de vida da população nos municípios e localidades. São coletadas informações para a definição de políticas públicas em nível nacional, estadual e municipal. Os resultados do Censo também ajudam a iniciativa privada a tomar decisões sobre investimentos. Além disso, a partir deles, é possível acompanhar o crescimento, a distribuição geográfica e a evolução de outras características da população ao longo do tempo.

Que políticas públicas podem ser geradas a partir dos resultados do Censo? – Através do Censo, o poder público pode identificar áreas de investimentos prioritárias em saúde, educação, habitação, saneamento básico, transporte, energia, programas de assistência à infância e à velhice. E também selecionar locais que necessitam de programas de estímulo ao crescimento econômico e desenvolvimento social.

O Censo interfere nos repasses de verbas públicas? – Ao contar a população, o Censo produz resultados que servem de parâmetro para saber quanto cada cidade receberá de repasse federal. São os resultados do Censo que fornecem as referências para as estimativas populacionais realizadas nos anos seguintes, com base nas quais o Tribunal de Contas da União (TCU) define as cotas do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios. Além de fornecer informações imprescindíveis para a distribuição orçamentária das pastas da Educação, Cultura, Saúde e Infraestrutura, baseadas no número e distribuição da população.

O Censo interfere na representação política? – Sim. São os resultados do Censo que fornecem as referências para as estimativas populacionais, com base nas quais é definido o número de deputados federais, estaduais e vereadores de cada estado e município.

Como a iniciativa privada utiliza os dados do Censo? – Os dados do Censo fornecem parâmetros para as decisões de investimentos do setor privado, como a seleção de locais para a instalação de fábricas, shopping centers, escolas, creches, cinemas, restaurantes etc.

Como os censos surgiram no Brasil? – Antes de 1870, as estatísticas sobre a população brasileira eram conjecturais, destinadas a atender aos interesses de nossa então metrópole, Portugal. Sob recomendação da coroa portuguesa, autoridades eclesiásticas no Brasil contaram a população em 1776, e estimou-se que no Brasil viviam 1.900.000 “almas”.

Quando ocorreu o primeiro Censo no Brasil? – O IBGE considera que o primeiro Censo Demográfico do Brasil foi realizado em 1872, época em que o país era uma monarquia governada pelo imperador D. Pedro II. Além de perguntas sobre sexo, idade, escolaridade e estado civil, religião e deficiência física, o questionário incluía a pergunta se a pessoa era livre ou escrava. Já o primeiro Censo a ser realizado pelo IBGE foi o de 1940.

Veja o projeto básico do Concurso IBGE para temporários 2019

O IBGE divulgou o Projeto Básico do novo concurso que visa ofertar vagas temporárias para a realização do Censo Experimental e do Censo Demográfico 2020, e que tem previsão de 2.459 vagas.

De acordo com o projeto básico, o Instituto vai realizar dois processos seletivos simplificados para a contratação dos cargos de Coordenador Censitário de SubáreaAgente Censitário OperacionalAgente Censitário MunicipalAgente Censitário Supervisor Recenseador. A previsão é de que o edital seja publicado 19 dias após assinatura do contrato.

Do quantitativo de vagas acima previstas, deverá ser destinado o percentual mínimo de 5% para os candidatos com deficiência e 20% das vagas para os candidatos negros.

Salário do Concurso IBGE

O Projeto Básico do Concurso IBGE edital para temporários apresenta ainda as remuneração previstas para cada cargo da seleção, a saber:

  • Coordenador Censitário de Subárea – CCS – R$ 4.000,00 (Contrato de no máximo 12 meses)
  • Agente Censitário Operacional – ACO – R$ 1.800,00 (Contrato de no máximo 12 meses)
  • Agente Censitário Municipal – ACM – R$ 2.400,00 (Contrato de no máximo 6 meses)
  • Agente Censitário Supervisor – ACS – R$ 2.000,00 (Contrato de no máximo 5,5 meses)
  • Recenseador – R$ 1.100,00, o cargo recebe por produção, este valor é uma estimativa (Contrato de no máximo 2 meses)

Fases do novo concurso IBGE?

Conforme o Concurso IBGE edital ( projeto),as provas objetivas terão caráter eliminatório e classificatório, com duração de 4 horas e serão realizadas em um domingo à tarde (horário de Brasília). As provas serão compostas de questões do tipo múltipla escolha, cada questão contendo cinco opções. As composições das provas serão as seguintes:

Coordenador Censitário de Subárea
Língua Portuguesa – 15 questões
Raciocínio Lógico – 10 questões
Noções de Administração – 35 questões

Agente Censitário Supervisor e Agente Censitário Municipal 
Língua Portuguesa – 15 questões
Raciocínio Lógico – 10 questões
Noções de Administração e situações gerenciais – 25 questões
Conhecimentos Técnicos – 10 questões

Recenseador 
Língua Portuguesa – 15 questões
Matemática – 15 questões
Conhecimentos Técnicos – 20 questões

Onde serão realizadas as prova do IBGE 2019?

Para as funções de Agente Censitário Operacional e Coordenador Censitário de Subárea, a prova objetiva será realizada, simultaneamente, nos 1.091 municípios com vaga. O candidato poderá escolher o município onde irá realizar a prova, podendo ser município diverso do local da vaga a que concorre.

Para as funções de Agente Censitário Municipal, Agente Censitário Supervisor e Recenseador a prova será realizada apenas no município de Poços de Caldas-MG.

Atribuições dos Cargos do IBGE

Agente Censitário Municipal

Entre as funções do Agente Censitário constam a de instalar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, adotando providências para garantir seu adequado funcionamento; conhecer a área geográfica e os setores censitários dos municípios de sua área de atuação.

E mais, ter pleno conhecimento de todas as instruções e conceitos contidos nos manuais técnicos e operacionais; coordenar todas as atividades censitárias e orientar os trabalhos das equipes de campo de sua área de atuação, obedecendo às instruções técnicas, operacionais, administrativas e de informática estabelecidas nos manuais e normas vigentes, sob orientação superior.

E ainda a de organizar e definir as áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisore seus respectivos setores censitários, observando as recomendações e critérios de seus superiores; providenciar para que os mapas das áreas a serem pesquisadas sejam afixados em local visível no Posto de Coleta.

Além de organizar, com os Agentes Censitários Supervisores, o treinamento dos Recenseadores, atuando como instrutor; acompanhar o andamento da coleta de dados nas áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor e adotar as providências cabíveis, com vistas ao bom andamento dos trabalhos, à total cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas.

Bem como analisar sistematicamente os relatórios dos sistemas gerenciais e adotar as providências cabíveis, com vistas ao bom andamento dos trabalhos, com estrita atenção à cobertura territorial, aos prazos e padrões de qualidade determinados.

Agente Censitário Supervisor

O concurso IBGE edital oferta oportunidade para o cargo de Agente Censitário Supervisor que tem a função de planejar, organizar, gerenciar e acompanhar a execução da coleta de dados realizada pelos Recenseadores, fazendo uso dos sistemas disponibilizados e de visitas em campo, quando necessárias, para garantir a cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas.

E ainda acompanhar os Recenseadores em campo para esclarecer as dúvidas quanto à identificação dos limites dos setores censitários e percursos; c) auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa/resistência de informantes em atendê-los; bem como a de colaborar na organização e administração do Posto de Coleta.

Classificação no Processo Seletivo IBGE

Para as funções de Agente Censitário de Nível Médio e Superior, somente será considerado aprovado no Processo Seletivo Simplificado o candidato que obtiver aproveitamento igual ou superior a 5 (cinco) pontos do total de pontos da Análise de Títulos.

Baixe o edital IBGE 2017 para ter acesso ao cronograma e prazos do edital.

O prazo de validade do processo seletivo simplificado, de acordo com o concurso IBGE edital, será de 2 (dois) anos, contados a partir da data da divulgação do resultado final.

Acompanhe aqui os principais concursos públicos abertos no Brasil

Acompanhe diariamente nossa página para ficar por dentro dos principais editais e Concursos públicos abertos no Brasil e do concurso IBGE edital. E lembre-se de assinar nosso canal do YouTube para ter acesso aos nossos aulões online, ao vivo e gratuitos, lá tem muita dica para você arrebentar no concurso que você quer fazer. Acesse aqui.

Assessoria de Comunicação Estúdio Aulas

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.