Concurso PF 2020: Câmara altera cargos comissionados da Polícia Federal

Concurso PF 2020. O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou no último dia (21) a Medida Provisória (MP) 918/20, que transforma cargos comissionados destinados à Polícia Federal (PF).

A MP transforma 281 cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores (DAS), alocados na Polícia Federal, em 338 Funções Comissionadas do Poder Executivo (FCPE) e 6 Funções Gratificadas (FG). Além disso, a MP criou 45 FCPE e 471 FG para a PF.

A diferença é que as funções são privativas dos servidores do órgão, explicou o relator da medida, deputado Aluisio Mendes (PSC-MA). Ele destacou que a medida vai profissionalizar o órgão.

Segundo ele, a mudança não provoca gastos adicionais ao Orçamento da União. Segundo o governo, o impacto da medida será de aproximadamente R$ 7,9 milhões em 2020, com previsão de provimento a partir de janeiro e nos próximos anos. Entretanto, O governo avalia que a medida vai fortalecer a Polícia Federal com a remuneração dos cargos de chefia.

O texto segue para o Senado e precisa ser votado até o dia 1º de junho ou perderá a validade, segundo informou a Agência Câmara. O Congresso tem pressa nesta votação.

Prepare-se: CURSOS ONLINE PARA A CARREIRA POLICIAL

Novo Concurso PF 2020

O novo concurso da Polícia Federal ofertará vagas, inicialmente, para os seguintes cargos:

  • Agente de Polícia Federal,
  • Papiloscopista,
  • Delegado de Polícia e
  • Escrivão.

Requisitos dos Cargos da PF

CARGO : DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL

Diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial.

Remuneração: R$ 22.672,48.

CARGO: AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$ 11.983,26.

CARGO: ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$ 11.983,26.

CARGO: PAPILOSCOPISTA POLICIAL FEDERAL

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

REMUNERAÇÃO: R$ 11.983,26.

Prepare-se: CURSOS ONLINE PARA A CARREIRA POLICIAL

Pedido de novo concurso para a PF

O novo pedido de concurso para a Polícia Federal foi feito em 30 de maio de 2019. A solicitação tramita no Ministério da Economia e tem o objetivo de obter verbas com vistas ao preenchimento de 3.460 vagas para diversos cargos. 

O então ministro da justiça, Sergio Moro, pediu ao Ministério da Economia que o orçamento previsto no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) seja revisto e ampliado.

Conforme o pedido do ministro, o total previsto de R$ 2,61 bilhões apresentados pelo Ministério da Economia representa um corte de 32% no total referente a 2019.

À época, Moro afirmou que para que os trabalhos do Ministério da Justiça não sejam comprometidos é necessário um acréscimo de R$ 3,71 bilhões ao total indicado no PLDO.

O quantitativo é contribuiria para a realização do concurso PF 2020 e ainda convocação de remanescentes do último concurso da PF.

Prepare-se: CURSOS ONLINE PARA A CARREIRA POLICIAL

A Polícia Federal não entrou nos cortes do Executivo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a PF é uma das exceções na política de contenção de gastos com pessoal anunciada recentemente pelo ministro da economia Paulo Guedes. 

“Paulo Guedes determinou que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria, em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal”, disse.

CURSOS ONLINE PARA A CARREIRA POLICIAL

Independência do concurso PF 2020

Vale destacar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não necessita de autorização do Ministério da Justiça para realizar um novo concurso público. 

No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

O pedido que tramita no Ministério da Economia é quanto à liberação de verbas para estas contratações.

Último edital da Polícia Federal

Em 2018, houve a publicação Concurso Polícia Federal, tendo o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe-Cespe), como banca organizadora.

Houve oportunidades para diversos cargos e remuneração inicial de R$ 22 mil. A aplicação das provas está prevista para Agosto. Veja abaixo mais detalhes do Edital Concurso Polícia Federal.

ÚLTIMO EDITAL POLÍCIA FEDERAL

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.