Funrio divulga edital da CGE RO

Funrio divulga edital da CGE RO.

Foi divulgado o edital do Concurso CGE RO destinado à seleção de pessoal para o provimento de 12 (doze) vagas de cargos efetivos, pertencentes ao Quadro de Pessoal da Controladoria Geral do Estado de Rondônia. A organização do concurso está a cargo da banca Funrio.

Vagas do Edital do Concurso CGE RO

O edital do Concurso CGE RO oferta as seguintes oportunidades:
– Assistente de Controle Interno 08 vagas; e,
-Auditor de Controle Interno 04 vagas.

Para concorrer ao cargo de Assistente de Controle Interno é necessário apenas certificação de Conclusão de Nível Médio, devidamente reconhecido por órgão oficial.

A remuneração para este cargo é de R$ 2.584,07, podendo alcançar até R$ 4.134,51. Os candidatos aprovados serão regidos pelo regime estatutário do Estado de Rondônia.

Já para o cargo de auditor, poderão concorrer os candidatos que tenham curso superior nas seguintes graduações: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Ciências Econômicas, Estatística, Engenharia, Sistema de Informação, Matemática e Pedagogia, devidamente reconhecido por órgão oficial e o Registro Profissional.

De acordo com o edital do Concurso CGE RO, a remuneração para o cargo de Auditor é de R$ 4.134,51, podendo alcançar até R$ 6.720,99.

Prazo de Inscrição do Concurso CGE RO

Conforme o edital, o prazo de inscrição do concurso começa a valer a partir das 09 horas do dia 06 de dezembro a 23 horas e 59 minutos do dia 25 de dezembro de 2017, no site da organizadora Funrio. O candidato deverá observar o horário oficial do Estado de Rondônia.

O valor da taxa de inscrição é de:
R$70,00 para Assistente; e,
R$90,00 para Auditor.

Fases do Concurso CGE RO

As provas objetivas estão previstas para serem aplicadas no dia 04 de março de 2018.

As provas objetivas terão duração de 3:30h, iniciando no turno da manhã às 09 horas e no turno da tarde às 15 horas, horário de Rondônia, devendo o candidato chegar com 1 (uma) hora de antecedência.

No turno da manhã serão aplicadas as provas para o cargo de nível médio Assistente de Controle Interno e no turno da tarde as provas para o cargo de nível superior Auditor de Controle Interno.

A Prova Objetiva, para os candidatos a todos os cargos públicos, será composta de questões do tipo múltipla escolha. As provas poderão ser aplicadas em mais de um dia nos turno da manhã (Nível Médio) e da tarde (Nível Superior), sendo distribuídos os cargos por nível distintos de escolaridade. Cada questão conterá 5 (cinco) opções de resposta e somente uma correta.

A estrutura das provas do Concurso CGE terá a seguinte composição:

Edital do Concurso CGE RO

Edital do Concurso CGE RO

O candidato deverá atentar ao mínimo de pontos necessários por área de conhecimento para que não seja eliminado na primeira fase do concurso CGE RO.

Atribuições dos cargos da CGE RO

O cargo de Assistente de Controle Interno será responsável por: desenvolver tarefas auxiliares, sob supervisão da chefia imediata na área de Controle Interno, referentes à classificação, arquivamento e registro de documentos e processos concernentes à fiscalização contábil, financeira, orçamentária e patrimonial dos Órgãos da Administração Direta e Indireta do Estado.

Além de auxiliar o Auditor de Controle Interno na realização dos diversos tipos de auditoria nos órgãos da Administração Direta e Indireta Estadual.

Já o cargo de Auditor será responsável por desenvolver atividade de planejamento, supervisão, fiscalização, coordenação, controle e execução das atividades relativas ao acompanhamento dos programas de trabalho do Governo e da administração orçamentária, financeira e patrimonial.

Assim como verificar a fidedignidade dos registros contábeis; Realizar auditorias e inspeções com a finalidade de avaliar os resultados alcançados e Atuar como perito em matérias de sua competência, além de outros estabelecidos em lei.

Sobre a Controladoria Geral do Estado de Rondônia

A Controladoria Geral do Estado, órgão central do Sistema do Controle Interno do Poder Executivo, tem como finalidade assessorar diretamente o Governador no desempenho de suas atribuições, quanto aos assuntos e providências atinentes, no âmbito do Poder Executivo.

Bem como, à defesa do patrimônio público, ao controle interno, à auditoria pública, à prevenção e combate à corrupção e ao incremento da transparência da gestão no âmbito da Administração Pública Estadual.

Criada pelo Decreto Lei nº 01 de 31 de dezembro de 1981, estruturada pelo Decreto nº 07 de 31 de dezembro de 1981, sob a nomenclatura de Auditoria Geral do Estado-AGE.

A Instituição passou por diversas alterações em sua estrutura organizacional de acordo com as reformas administrativas, passando a chamar-se Controladoria Geral do Estado com o advento da Lei Complementar nº 133 de 22 de junho de 1995.

Esta lei foi estruturada pelo Decreto nº 6970, ganhando nova estrutura através da Lei Complementar nº 224 de 4 de Janeiro de 2000, estruturada pelo Decreto nº 8972.

Já em 28 de julho de 2011, através do Decreto nº 16088 a Controladoria Geral do Estado ganha nova reformulação, visando desenvolver com maior eficiência e eficácia suas atribuições e competências garantindo assim, um controle interno de excelência.

[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″]

Concurso CGE RO

Concurso CGE RO

[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″]

Quais as competências da CGE RO?

Sem dúvida, uma das exigências do edital do Concurso CGE RO será referente às competências deste órgão, confira abaixo o que determina o Decreto de sua instituição.

De acordo com a estrutura organizacional definida com o advento do Decreto nº 16088 de 28 de Julho de 2011, compete a CGE RO:

Assessorar diretamente o Governador do Estado,nos assuntos relativos ao controle interno, encaminhando-lhe relatórios circunstanciados sobre a gestão dos agentes públicos do Poder Executivo. Cabendo-lhe:

I – Exercer a coordenação geral, a orientação normativa, a supervisão técnica e a realização de atividades inerentes ao controle interno do poder executivo estadual.

II – Discalizar os atos de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional, patrimonial, no âmbito da administração estadual.

III – Emitir certificado de auditoria sobre as contas dos gestores públicos.

IV – Considerar e avaliar a contratação de auditorias externas e independentes da administração estadual, com o objetivo de criar condições indispensáveis para assegurar a eficácia ao controle externo.

V- Comprovar a legalidade e legitimidade e, ainda, avaliar os resultados quanto à eficiência e eficácia da gestão pública, orçamentária, contábil, financeira, operacional e patrimonial nos órgãos e entidades da administração pública estadual, bem como da aplicação de recursos públicos resultantes de convênios, parcerias, ajustes bilaterais e subvenções ou outras transferências à conta do orçamento do Estado.

VI – Fiscalizar a aplicação de recursos públicos por pessoas físicas e entidades de direito privado e a execução dos contratos de gestão com órgãos públicos, empresas estatais, organizações não governamentais e empresas privadas prestadoras de serviços públicos, concedidos ou privatizados.

VII – Apoiar o controle externo no exercício de sua missão institucional.

VIII – Receber e apurar a procedência de reclamações ou denúncias que lhe forem dirigidas e recomendar, quando for o caso, a instauração de sindicâncias e inquéritos administrativos pelos órgãos competentes.

IX – Executar auditorias no âmbito dos órgãos e entidades integrantes do Poder Executivo, adotando as medidas pertinentes à correção das irregularidades e falhas verificadas, propondo a impugnação dos atos praticados sem a devida fundamentação legal e a aplicação, se cabível, de sanções e penalidades aos infratores de suas determinações.

X – Manter com outros órgãos públicos de controle, dentro ou fora do Estado, colaboração técnica e profissional relativamente à troca de experiência, permuta de informações e de dados, objetivando maior integração e aperfeiçoamento das ações pertinentes.

XI – Elaboração da Contabilidade Geral do Estado.

XII – Executar outras atividades que lhe forem correlatas ou conferidas legalmente na sua esfera de competência.

As informações do Concurso CGE RO, atribuições e competências foram extraídas do Portal de Transparência da CGE RO.

Baixe o edital do concurso CGE RO

Jornalista Soraia Cantanhede

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.