Edital do concurso TRT-RJ pode ficar para 2018

Edital do concurso TRT-RJ pode ficar para 2018

Apesar da confirmação, o edital do concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 1° Região, do Rio de Janeiro, deve sair do ano que vem. Dois fatores ainda faltam ser concretizados para que o concurso TRT-RJ seja realizado: um é a definição da oferta de vagas e o outro é a escolha da banca responsável pela organização do certame.

Apenas depois que esses dois pontos forem resolvidos, poderá ser definida a data de publicação do edital. Mas já se sabe que o concurso TRT-RJ fará seleção para os cargos de técnico e analista judiciários em diversas áreas de atuação.

EDITAL DO CONCURSO TRT-RJ

Clique aqui e fique por dentro!

Os cargos e a remuneração

O candidato que for concorrer para o cargo de técnico no concurso TRT-RJ terá que possuir nível médio e para o cargo de analista é necessário possuir nível superior. As remunerações iniciais para o cargo de técnico variam de R$ 7.260.41 a R$ 8.308.17, dependendo da área de atuação. Já para o cargo de analista as remunerações variam de R$ 11.035.90 a R$ 13.064.99, também variando de acordo com a área de atuação.

 Como ficarão as vagas

Para o cargo de técnico Judiciário está confirmada oportunidade na área administrativa, com inicial de R$ 7.260.41, além de técnico nas áreas de enfermagem e segurança. Para o cargo de segurança é necessário possuir habilitação na categoria D, com remuneração inicial de R$ 8.308.17. E para enfermagem é exigido a formação técnica com inicial de R$ 7.260.41.

Para o cargo de analista judiciário haverá oportunidades para área administrativa, que pede nível superior em qualquer área e inicial no valor de R$ 11.345.90, além da área judiciária com formação em direito e inicial de R$ 11.345.90. Haverá ainda, para oficial de justiça, também com formação em direito e inicial de R$ 13.064.99.

edital do concurso trt-rj

Acesse aqui e se torne um aluno VIP

O último concurso TRT-RJ  

O último concurso TRT-RJ foi realizado em 2014. Foram oferecidos na época 77 postos, sendo que 74 eram para o cargo de analista judiciário – área de apoio especializado – com especialidade em tecnologia da informação e um para analista judiciário – área de apoio especializado – especialidade em medicina e psiquiatria. E por fim, dois postos para técnico judiciário – área de apoio especializado – especialidade em tecnologia da informação.

Leia também:

Jornalista: Gabriella da Matta

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.