Edital IBGE é autorizado com 6.500 vagas

Foi autorizado o novo edital IBGE 2021 com oferta de 6.500 vagas para diversas funções (veja abaixo). Os profissionais atenderão necessidade temporária de excepcional interesse público pelo prazo de até dois anos. Veja abaixo o regramento do novo edital IBGE 2021.

Edital IBGE 2021

Art. 1º Autorizar a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, entidade vinculada ao Ministério da Economia, a contratar por tempo determinado, nos termos desta Portaria, o quantitativo máximo de 6.500 (seis mil e quinhentos) profissionais para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso III do art. 2º da Lei nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993, conforme discriminado no Anexo.

Parágrafo único. Os profissionais de que trata o caput poderão ser contratados a partir de janeiro de 2021 para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do
IBGE.

Art. 2º As contratações de que trata o art. 1º somente serão formalizadas mediante disponibilidade de dotações orçamentárias específicas, observando-se os demais requisitos previstos na Lei nº 8.745, de 1993.

Art. 3º O recrutamento dos profissionais de que trata esta Portaria dependerá de prévia aprovação dos candidatos em processo seletivo simplificado sujeito a ampla divulgação, nos termos do art. 3º da Lei nº 8.745, de 1993.

Parágrafo único. O prazo para publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até 6 (seis) meses, contado a partir da publicação desta Portaria.

Art. 4º O prazo de duração dos contratos deverá ser de até 1 (um) ano.

Parágrafo único. Os contratos poderão ser prorrogados, nos termos do inciso II, do parágrafo único, do art. 4º, da Lei nº 8.745, de 1993, desde que devidamente justificado, com base nas necessidades de conclusão das atividades de que trata o parágrafo único do art. 1º desta Portaria.

Art. 5º O IBGE definirá a remuneração dos profissionais a serem contratados em conformidade com o inciso II do art. 7º da Lei nº 8.745, de 1993.

Art. 6º As despesas com as contratações correrão à conta de dotações orçamentárias do IBGE, consignadas no Grupo de Natureza de Despesa GND “1 – Pessoal e Encargos Sociais”, tendo em vista que visam à substituição de servidores e empregados públicos, nos termos do § 1º do art. 115, do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021 (PLN 9/2020).

Edital IBGE: vagas

Conforme documento, o edital IBGE 2021 ofertará 6.500 vagas, divididas entre os seguintes cargos, a saber:

  • Agente de Pesquisas e Mapeamento: 5.623 vagas
  • Supervisor de Coleta e Qualidade: 552 vagas
  • Agente de Pesquisas por Telefone: 300 vagas
  • Supervisor de Pesquisas: 25 vagas

Editais IBGE de 2020

O primeiro edital lançado em 2020 do IBGE foi, inicialmente, executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos Cebraspe-Cespe.

O concurso IBGE 2020 foi para contratação temporária de pessoal para o preenchimento de:

  • 5.462 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM) – R$ 2.100,00.
  • 22.676 vagas para a Agente Censitário Supervisor (ACS) – R$ 1.700,00.

O processo visa à realização do Censo Demográfico 2020. Para ambos os cargos é exigido ensino médio completo.

Provas de Agente Censitário do concurso IBGE 2020

Os candidatos a uma vaga de Agente Censitário no concurso IBGE 2020 serão avaliados nas seguintes matérias:

  • Língua Portuguesa 10
  • Raciocínio Lógico Quantitativo 10
  • Ética no Serviço Público 5
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais 15
  • Conhecimentos Técnicos 25

BAIXE O EDITAL IBGE AGENTE CENSITÁRIO 2020

CURSO COMPLETO PARA AGENTE CENSITÁRIO DO IBGE

Edital Recenseador IBGE 2020

Já o segundo processo seletivo simplificado é para a contratação temporária de pessoal para o preenchimento de 180.557 vagas para a função de Recenseador, para a realização do Censo Demográfico 2020.

Para participar é necessário apenas ensino fundamental completo. Qual o salário do recenseador do IBGE?

Conforme o edital, fica a remuneração do Recenseador será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo Recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou) rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. O candidato poderá simular valores de remuneração por meio de link disponível no endereço http://www.cebraspe.org.br/concursos/ibge_20_recenseador .

O que estudar para a prova de Recenseador do IBGE?

Veja abaixo as disciplinas que serão cobradas na prova de Recenseador do IBGE:

  • Língua Portuguesa 10
  • Matemática 10
  • Ética no Serviço Público 5
  • Conhecimentos Técnicos 25

PREPARE-SE: CURSOS PARA O IBGE

EDITAL IBGE RECENSEADOR 2020

DIFERENÇA ENTRE AGENTE CENSITÁRIO E RECENSEADOR DO IBGE

FUNÇÃO DE RECENSEADOR – NÍVEL FUNDAMENTAL

ATRIBUIÇÕES: cumprir as orientações recebidas por meio do serviço de mensagens no seu dispositivo móvel de coleta; apresentar-se ao informante com o uniforme e o crachá de identificação fornecido pelo IBGE e o documento de identidade citado no crachá; assumir a responsabilidade pela segurança e uso adequado do equipamento eletrônico e acessórios fornecidos pelo IBGE para execução de seu trabalho; coletar as informações do Censo Demográfico 2020 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído no âmbito da sua Área de Trabalho, registrando-as no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas e dentro do prazo para comparecer ao Posto de Coleta, conforme determinação do Agente 2 Censitário Municipal ou do Agente Censitário Supervisor; manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante; dentre outras atribuições previstas em lei.

AGENTE CENSITÁRIO SUPERVISOR (ACS) – NÍVEL MÉDIO

ATRIBUIÇÕES: acompanhar os recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas quanto à identificação dos limites dos setores censitários e percursos, visando à cobertura correta de suas áreas de trabalho; monitorar a produtividade dos Recenseadores; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los; colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta; dentre outras atribuições previstas em lei.

AGENTE CENSITÁRIO MUNICIPAL (ACM) – NÍVEL MÉDIO

ATRIBUIÇÕES: acompanhar as atividades da coleta de dados, garantindo a perfeita cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas; acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística do entorno de domicílios para obter o conhecimento prático; acompanhar sistematicamente o andamento da coleta de dados nas áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor, por meio dos relatórios dos Sistemas Gerenciais, e adotar as providências cabíveis, com vistas ao bom andamento dos trabalhos, à total cobertura da área territorial, ao cumprimento dos prazos e à qualidade; equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, adotando providências para garantir seu adequado funcionamento; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores (ACS) e operar o sistema administrativo existente no Posto de Coleta, dentre outras previstas em lei.

Receba por e-mail EM PRIMEIRA MÃO notícias, editais e inscrições para concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.